Com a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social, o uso de tecnologias se tornou quase obrigatório, para trabalhar, estudar, se relacionar com familiares, amigos, se divertir e até mesmo para praticar exercícios. Quem está trabalhando em casa participa de reuniões em vídeo, fica no computador para executar as tarefas, precisa estar atento aos aplicativos de mensagens, pois toda a comunicação agora é virtual. Se tiver filhos, ainda tem as aulas on-line e toda a atenção que isso dispensa. No entanto, o uso prolongado de tecnologia se tornou um grande problema e pode ser a causa de uma série de sintomas físicos e mentais que pioraram com a pandemia. Não é incomum pessoas relatando dores de cabeça frequentes, dores nos olhos, nas costas, crises de ansiedade e muitos outros problemas.